"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Tradição

Xutos, Maninho e T-Rex nas maiores Antoninas de sempre

Vila Nova de Famalicão está em contagem decrescente para aquelas que serão as maiores Festas Antoninas de sempre.

7 Jun a 13 Jun 2023

Vila Nova de Famalicão

Xutos e Pontapés, o brasileiro Maninho e o rapper português T-Rex são alguns dos nomes que de 7 a 13 de junho vão animar o cartaz das grandiosas festas do concelho famalicense, que prometem fazer justiça à recente classificação como Património Cultural Imaterial de Portugal.

São quase quarenta atividades, distribuídas por sete dias intensos de festa que contarão com os já “habitués” de uma festa popular que se preze: a sardinha assada, as farturas, o manjerico, o algodão doce, os carrosséis, os bailaricos ao som da música popular, entre outros.

Sete dias abençoados pelo Santo António, com inúmeras propostas para todos os gostos e idades a pensar nos famalicenses, mas também nos muitos milhares de pessoas que visitam a cidade por esta altura.

Pelo palco principal das Antoninas, instalado na renovada Praça D. Maria II, vão passar os Xutos e Pontapés (7 de junho), Costinha (8 de junho), Maninho (9 de junho), T-Rex (10 de junho) e os Sopa de Pedra (11 de junho). Os Toninho’s prometem chamar os mais jovens para dançar na noite do dia 10 de junho ao som de DJ’s convidados.

Um dos pontos altos das Antoninas de Famalicão está marcado para a noite do dia 12 de junho, véspera de feriado municipal. O grandioso desfile das Marchas sai para a rua às 21h00, com o tema ‘Gentes da Lavoura’.

Estão inscritas 8 marchas que já estão em ensaios e preparativos para fazer brilhar uma das maiores romarias do Norte de Portugal. A primeira a desfilar é a marcha da Fraternidade Nun’Alvares, de Vale S. Cosme, uma das estreias do ano. O desfile segue com a marcha da Casa do Povo de Ruivães, da LACS - Associação Cultural S. Salvador da Lagoa, da União de Freguesias de Gondifelos, Cavalões e Outiz, da Associação Recreativa e Cultural de Antas, da Associação Cultural e Desportiva de S. Martinho de Brufe, da Associação Recreativa e Cultural Flor do Monte – Carreira e da Associação Cultural e Recreativa S. Pedro de Riba D’Ave.

Ainda no que diz respeito ao programa cultural das Antoninas, nota também para o 4.º Encontro de Cavaquinhos no dia 8, a Caminhada Camiliana, o desfile “Tocá Bombar” e o desfile etnográfico no dia 10, para a tarde de música popular na Praça D. Maria II no dia 11, e para as atuações de Maria do Sameiro no dia 12, antes da atuação das Marchas, e dos Terceira Dimensão, no anfiteatro do Parque da Devesa, no encerramento das Antoninas no dia 13.

Destaque ainda para a vertente religiosa das Festas, no feriado do dia 13 de junho, com a procissão em honra de Santo António a percorrer as principais ruas da cidade. Antes disso, pela manhã, realiza-se a Missa e a distribuição do Pão, cumprindo-se uma tradição secular.

Como quase todas as festas populares, as Antoninas vão também chamar os famalicenses para a prática desportiva, com destaque para o Grande Prémio de Atletismo Bernardino Machado, no dia 11.

Aos mais pequenos cabe a honra de abrir as festividades, com toda a ternura e a criatividade das Marchas Infantis. Com os arquinhos empoleirados e as ancas a baloiçar, as crianças desfilam pela cidade, na sexta-feira, 9 de junho.

Recorde-se que as Festas Antoninas foram recentemente inscritas no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (INPCI), em resultado de um processo iniciado em 2015 com a adesão do Município de Vila Nova de Famalicão ao projeto regional ‘Romarias do Minho’, lançado pela Associação de Festas de São João de Braga, que reuniu mais de duas dezenas de municípios do Minho, com o intuito de garantir a autenticidade e tipicidade das festas populares desta região.

Programa completo da edição deste ano das Festas Antoninas em www.famalicao.pt

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
93,347,096