"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Exposições

A «espantosa realidade» da História. José Mattoso (1933-2023)

Um ano após a sua morte, a BNP presta homenagem a José Mattoso, historiador medievista e professor universitário, com uma mostra bibliográfica da sua obra.

10 Jul a 12 Out 2024

Biblioteca Nacional de Portugal
Campo Grande, 83, 1749-081 Lisboa
Preço
Entrada livre
Inaugura: dia 10 julho pelas 18h00 | Sala de Referência | Entrada livre

José Mattoso teve um decisivo papel na renovação da historiografia portuguesa da segunda metade do século XX e do início deste século.

Medievalista consagrado, é praticamente unânime considerar-se que existe um antes e um depois a partir da sua obra sobre a formação do reino português, sobre a História Social, Política, Cultural e Religiosa do Portugal da Idade Média. Em livros como Ricos-Homens, Infanções e Cavaleiros. A Nobreza Medieval Portuguesa nos Séculos XI e XII (1982),ou nos vários capítulos da História de Portugal que dirigiu para o Círculo de Leitores (1992), apresenta-nos uma revisão geral do processo de formação e consolidação do reino de Portugal como entidade política independente, no extremo Ocidental da Hispânia medieva.

A presente mostra bibliográfica inclui alguns dos marcos mais relevantes de uma vasta obra, desde as teses de licenciatura e doutoramento que apresentou na Universidade Católica de Lovaina, Bélgica, respectivamente L'Abbaye de Pendorada des Origines à 1160 (1960) e Le Monachisme Ibérique et Cluny. Les Monastères de la Diocèse de Porto de l'An Mille à 1200 (1966), até às últimas publicações saídas ainda em vida do Autor. Além da História Medieval, contemplam-se também obras de reflexão acerca da disciplina que cultivou, como as colectâneas A Escrita da História. Teoria e Métodos (1988) e A História Contemplativa. Ensaio (2020), ou ainda sobre Arquivística, área a que deu igualmente grande atenção, sobretudo enquanto Presidente do Instituto Português de Arquivos (1988-1990), Director do Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo (1996-1998) e na acção que desenvolveu durante a estadia em Timor Leste, com vista à criação do Arquivo Nacional daquele jovem país.

A importância da sua obra como investigador e como professor na Faculdade de Letras de Lisboa e na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa foi reconhecida com a atribuição de numerosas distinções científicas e culturais, entre as quais se destaca o primeiro Prémio Pessoa, em 1987.
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o espetáculo "MUDA"

Em parceria com o CENDREV - Centro Dramático de Évora, oferecemos convites duplos para o espetáculo de dança "Muda" pela Companhia Clara Andermatt.Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Passatempo

Ganhe convites para o concerto "A Voz de Ives"

Em parceira com o Auditório de Espinho, oferecemos convites duplos para concerto que faz parte da programação do Festival Internacional de Música de Espinho e terá lugar no próximo dia 19 de julho (sexta-feira), às 22h00. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Visitas
94,243,033