"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Colóquios, Conferências e Debates

Patrimónios da Humanidade discutem Desenvolvimento Sustentável no Museu de Lamego

O encontro vai reunir representantes dos Bens-Patrimónios da UNESCO, entidades e cidadãos da comunidade científica, empresarial e social que se preocupam com o Património, as Regiões e o Desenvolvimento Humano.

8 Jun   |  14h00

Museu de Lamego
Largo de Camões, 5100-147 Lamego
Preço
Entrada livre


Discutir formas de cooperação para a preservação, valorização e promoção dos Sítios classificados pela UNESCO como Património da Humanidade e o contribuir para o desenvolvimento das regiões é o grande objetivo do “Encontro Internacional Objetivos do Desenvolvimento Sustentável Agenda 2030”, que decorre no Museu de Lamego no próximo dia 8 de junho, a partir das 14h00. Em ano de centenário, o museu associa-se a esta iniciativa. A entrada é livre.

No ano do Turismo Sustentável, em plena implementação da Agenda 2030, vão estar em debate os temas do Ambiente e do Turismo Sustentável, áreas de grande relevância para a região do Alto Douro Vinhateiro, que a cada ano se afirma mais forte no setor do Turismo, sempre numa perspetiva de informação e cooperação entre as regiões.

Com esta iniciativa, da responsabilidade da Associação de Desenvolvimento Douro Generation, Associação de Desenvolvimento da Rede de Aldeias Vinhateiras do Douro e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, com o apoio do Museu de Lamego, pretende-se que os participantes apresentem, discutam e contribuam com propostas e projetos, na ótica da cooperação internacional.

Do programa, que se estende por mais dois dias em Vila Real, faz ainda parte a exibição da curta-metragem “Palcos do Tempo”, em exibição no Museu de Lamego a partir das 21h00, e o concerto “Tesouros da Canção Napolitana”, às 21h30, com a Orquestra de Jazz do Douro.

A participação em todo o programa é livre, mas sujeita a pré-inscrição obrigatória, disponível a partir do site oficial do Museu de Lamego 

PROGRAMA ENCONTRO INTERNACIONAL (Sessão Museu de Lamego)

14h00 Receção

14h30 Sessão de abertura

Francisco Lopes (Presidente da Câmara Municipal de Lamego)

António Ponte (Direção Regional da Cultura do Norte)

Célia Ramos (Secretária de Estado do Ordenamento do Território e

da Conservação da Natureza)

15h00 Conferência

Moderador: Luís Sebastian

Desafios e oportunidades da estratégia de sustentabilidade do Turismo

Ana Cláudia Coelho (PriceWaterhouseCoopers)

Cátedra Geoparques

Artur Sá (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro)

Boas Práticas Vitivinícolas

José Manso (Associação para o Desenvolvimento da Viticultura Duriense)

Estratégia Valorizar uma aposta no Turismo

Luís Coito (Turismo de Portugal, Instituto)

Turismo Cultural

Rosário Machado (Rota do Românico Associação de Municípios do Vale do Sousa)

Coesão Territorial

Mónica López Sánchez e Beatriz Alonso Ballesteros (Duero-Douro Património

para el Desarrollo Cluster AEICE)

Biosphere Turismo Sustentável

Patrícia Araújo (Biosphere Responsible Tourism Portugal)

17h15 Pausa para o café

17h30 Debate

18h00 Encerramento: Porto de honra

21h00 Exibição da curta-metragem

Clube Unesco de Vila Real

Palcos do Tempo (Douro Vintage Fest)

21h30 Concerto: Orquestra de Jazz do Douro e Marco Sannini

Concerto “Tesouros da Canção Napolitana”

No dia 8 de junho, pelas 21h30, a Orquestra de Jazz do Douro dá um concerto um concerto onde os sons da região italiana de Nápoles vão estar em destaque. “Tesouros da Canção Napolitana” promete trazer ao Museu de Lamego um reportório com alguns dos grandes êxitos, com orquestrações do maestro Napolitano Marco Sannini e a voz de Emilia Zamuner. Entrada livre.

A canção napolitana é uma manifestação da música popular típica da cidade de Nápoles e regiões adjacentes. As composições são geralmente em napolitano para voz solista e acompanhamento instrumental. As letras abordam temas variados, de caráter amoroso ou de referência às paisagens italianas.

A Orquestra de Jazz do Douro tem como principal objetivo promover a criação, investigação, divulgação e formação na área do Jazz. Desde 2009, tem realizado vários estágios intensivos e formativos, na aprendizagem da linguagem do Jazz, com nomes de referência da música nacional e internacional.

O concerto “Tesouros da Canção Napolitana” é uma organização da Associação de Desenvolvimento Douro Generation, com o apoio do Museu de Lamego e Vale do Varosa.

Documentário “Palcos do Tempo”

A procura da memória enquanto legado de uma arte que urge ser salvaguardada foi o mote que levou à realização do documentário sobre alguns  dos construtores de instrumentos musicais de Trás-Os-Montes e Alto Douro. “Palcos do Tempo” fala das cordas, dos braços, dos tampos, dos acordes e está em exibição no próximo dia 8 de junho, às 21h00, no Museu de Lamego. Entrada livre.

Esta curta-metragem documental foi realizada no âmbito da unidade curricular de Gestão Cultural, do Mestrado de Ciências da Cultura da Universidade de Trás-Os-Montes e Alto Douro.

Com realização de Andreia Carvalho e produção de Ana Marisa Macieira e Catarina Matias, a exibição deste documentário está integrada no “Encontro Internacional Objetivos do Desenvolvimento Sustentável Agenda 2030”, com a participação dos Patrimónios da Humanidade, que decorre no Museu de Lamego durante a tarde do dia 8 de junho e que inclui ainda, às 21h30, o concerto “Tesouros da Canção Napolitana”.


A organização é da Associação de Desenvolvimento Douro Generation, com o apoio do Museu de Lamego. 

Agenda
Exposições

Encontros

Biblioteca Camões 19 Out a30 Nov

Ver mais eventos
Visitas
61,894,440
>