"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Roteiros

Roteiro Local de Tormes

Este itinerário desenrola-se na vertente da margem direita do Douro, tendo como principal referência Tormes, a Estação de Tormes, a porta de entrada na região, e os espaços religiosos definidos pela Igreja e Cemitério de Santa Cruz do Douro, onde repousa o escritor Eça de Queiroz.

Casa de Tormes


O espaço que lhe é proposto neste itinerário desenrola-se na vertente da margem direita do Douro, tendo como principal referência Tormes, cenário principal d´A Cidade e as Serras, como ainda a Estação de Tormes (Aregos), a porta de entrada na região, e os espaços religiosos definidos pela Igreja e pelo Cemitério de Santa Cruz do Douro - freguesia do concelho de Baião, onde repousa o escritor Eça de Queiroz entre os seus, desde 15/09/1989.

Este itinerário proposto tanto pode ser realizado de automóvel como de autocarro.
Ele decorre num importante cenário paisagístico em que o maior destaque vai para o troço definido pela EN 108 que, rondando os 400 metros de altitude, é um rosário de miradouros paisagísticos para a vertente e para o rio, que corre abaixo, como para toda a serra de Montemuro. Podem avistar-se Resende e Caldas de Aregos com toda a nitidez, bem como muitos outros lugares do Douro.

Saído de Tormes pela EN 108, observando descontraidamente as paisagens, tome a direção de Régua até ao lugar de Portinha, onde seguirá à sua direita para a Granja e para a estação de Tormes (Aregos).

Neste lanço de estrada, vai descer, aproximar-se do rio e avistar campos agrícolas onde a vinha salta em bem vincados socalcos, tão característicos da região duriense.

De onde em onde, uma placa sinaliza um solar ou uma casa apalaçada que se avista entre as ramagens. Desça continuamente em direção à Estação de Tormes (Aregos). Observe o edifício centenário que Jacinto pensou ser o fim do seu calvário, bem como os seus jardins.

 

Casa de Agrelos


Entretanto, regresse ao cruzamento da EN 108-2 com o caminho municipal 1132 e siga, subindo, até Santa Cruz do Douro. Aprecie, aqui também, as quintas, as casas senhoriais e a extensa malha verde salpicada de carvalhos, sobreiros, pinheiros, castanheiros e mimosas.

Num meandro da estrada encontra o aglomerado da freguesia, donde emerge a igreja paroquial. Do adro da igreja, olhando para cima, vê-se Tormes mas, um pouco adiante, um portão de ferro semiaberto entre muros brancos convida a entrar. É o cemitério de Santa Cruz do Douro onde se encontram os restos mortais de Eça.

Uma inscrição tumular identifica onde jaz o escritor:
"Aqui descansa entre os seus José Maria Eça de Queiroz" desde 15/09/1989, data em que os seus restos mortais foram transladados do cemitério do Alto de S. João, em Lisboa.

Tome de novo a estrada e regresse a Tormes. 

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
50,870,978
>