"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Sé Catedral de Portalegre vai reabrir após obras de 3,5ME

A Sé Catedral de Portalegre vai reabrir as suas portas em março, após obras de reabilitação que arrancaram em 2021, num investimento de 3,5 milhões de euros, anunciou a Diocese de Portalegre - Castelo Branco.

O cónego Bonifácio Bernardo, deão do Cabido da Sé de Portalegre, explicou que as obras incidiram no edifício, claustros, espaço anexos e na conservação e restauro dos retábulos das 12 capelas interiores da Sé e da Capela de São Tiago.

“O espaço estava degradado no sentido de estar tudo muito escurecido, acumulação de pó, cera, pois desde os finais do século XVIII que não existiam obras profundas na Sé Catedral. São 225 anos [sem obras], sensivelmente”, recordou.

Bonifácio Bernardo revelou ainda que durante as obras foi encontrado “algo inesperado” em todas as capelas – pinturas em murais que devem datar dos finais dos séculos XVI, XVII e XVIII.

O projeto destas obras na Sé Catedral de Portalegre foi assinado pelos arquitetos Rui Barreiras Duarte e Ana Paula Pinheiro.

A intervenção contou com apoios de fundos comunitários, nomeadamente do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), que a comparticipou em 85%, enquanto a diocese assegurou a contrapartida nacional.

No dia 16 de março, para assinalar a reabertura da Sé Catedral, estão agendadas várias iniciativas religiosas e de apresentação das obras, destacando-se uma eucaristia pelas 18:00, onde será apresentado o “novo altar branco”, produzido com mármore de Estremoz (distrito de Évora).

Na sequência destas obras, a Câmara de Portalegre substituiu também os projetores do sistema de iluminação das fachadas do edifício por outros, com tecnologia LED, num investimento de 7.600 euros.

Em comunicado enviado à Lusa, o município explicou que a renovação do sistema de iluminação do monumento visou acompanhar “a conclusão dos trabalhos de remodelação promovidos pela Diocese de Portalegre e Castelo de Branco”.

“Foram substituídos os antigos projetores, de tecnologia já obsoleta, por projetores mais discretos e robustos, equipados com tecnologia LED de elevada eficiência energética”, adiantou.

Esta renovação, acrescentou, vai permitir “obter poupanças nos consumos de energia elétrica na ordem dos 6.900 quilowatts-hora (kWh) por ano, o que representa uma redução nos encargos associados de cerca de 1.100 euros”.

A construção da Sé Catedral ficou a dever-se ao bispo Julião de Alva, por ocasião da formação da Diocese de Portalegre. Os trabalhos arrancaram em 14 de maio de 1556 e ficaram concluídos em 1575.


Fonte: Lusa | 28 de fevereiro de 2023

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
92,449,535