"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Encontros

"De mim"

A artista plástica Susana Mendes Silva, desenvolveu para As coisas fundadas no silêncio, o projeto expositivo.

3 Jul   |  21h00

Rua das Gaivotas 6
Rua da Gaivotas, 6, 1200-202 Lisboa
Preço
Entrada livre

“De mim” - com Marta Rema
3 de julho, sexta-feira
21:30
Rua das Gaivotas 6
Duração: 50 minutos

Com base na Sala Polivalente do Museu Nacional de Arte Contemporânea, o projeto inclui duas performances que se debruçam sobre a tradução de um poema da poeta Judith Teixeira para as outras duas línguas oficiais Portuguesas, a Língua Gestual Portuguesa e o Mirandês — "Tradução #1" e "Tradução #2" — e a leitura performativa da conferência "De mim", publicada por Judith Teixeira em 1926.

"DE MIM: Conferência em que se explicam as minhas razões sobre a Vida, sobre a Estética, sobre a Moral", é um manifesto no qual a escritora se defende dos ataques e críticas a que vinha sendo sujeita desde 1923. Como afirma Fabio Mario da Silva, este texto é "acima de tudo (...) um discurso — para além de ter como destinatária a burguesia fútil e a sua conceção retrógrada de arte, defendendo que os artistas não se devem limitar às emergências dos mercados editoriais — de exaltação ao exótico e ao futurismo, que seriam sinónimos, naquela altura, para a sociedade portuguesa, de imorais, doidos e pagãos". Não se sabe se este discurso terá sido alguma vez lido em público e por isso convocamos a sua presença fantasmática.

Participação gratuita para maiores de 18 anos sujeita a inscrição.
As inscrições podem ser feitas até dia 2 de julho para o e-mail atelier@efabula.pt
Lotação de 25 participantes.
Visitas
51,988,221
>