"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Festivais

C.A.L. Cinema. Ar. Livre

Diz-se que, na Idade Média, a cal foi usada em combates navais, para cegar temporariamente o inimigo. Hoje, propomo-nos usar a cal para ver. Para ver mais fundo, para ver ao pormenor, para ver para dentro, para ver em coletivo. Sobre as paredes caiadas do nosso pátio desfilam paisagens de filmes distintos.

3 Jul a31 Jul

SIR / Casa Tangente
Rua Martim Mendes, 19, 7350
Elvas
Preço
Entrada livre

Celebramos, assim, o cinema português, com um conjunto de cineastas que nos convidam à minúcia da observação do mundo à nossa procura. 

Temos encontro marcado, todas as sextas-feiras de julho, a partir das 21h30, no pátio da SIR / Casa Tangente.

A entrada é livre, mas sujeita a reserva antecipada através dos contactos: geral.umcoletivo@gmail.com / 935 039 151 / 916 820 573.

PROGRAMA:

3 de julho / 21h30 
Curta: RHOMA ACANS, de Leonor Teles
Longa: Peregrinação, de João Botelho

10 de julho / 21h30
Curta: Filomena, de Pedro Cabeleira
Longa: Tempo Comum, de Susana Nobre

17 de julho / 21h30
Curta: Tio Tomás A Contabilidade dos Dias, Regina Pessoa
Longa: Até Que o Porno Nos Separe, de Jorge Pelicano

24 de julho / 21h30
Curta: Invisível Herói, Cristèle Alves Meira
Longa: Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos, João Salaviza, Renée Nader Messora

31 de julho / 21h30
Curta: Trova da outra Margem do Tempo, de João P. Nunes
Longa: Na Toca do Lobo, de Catarina Mourão
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
52,832,222
>