"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Nascimento de Luís de Montalvor

A 31 de janeiro de 1891, nasceu o poeta e editor português Luís de Montalvor.

(S. Vicente, Cabo Verde, 31 de janeiro de 1891 - Lisboa, 2 de março de 1947)

Filho de um magistrado, aos dois meses de idade foi viver para Lisboa. Aí fez os seus estudos e iniciou a sua atividade cultural. Fundou as revistas Orpheu, em 1915, e Centauro, em 1916, e foi colaborador das revistas Atlântida (1915-1920), Contemporânea (1915-1926) e Sudoeste (1935).
Em 1933, fundou a "Editorial Ática, Lda.", com sede numa pequena loja na rua das Chagas, em Lisboa, e que a partir dos anos 40 adotou a firma de "Ática, S.A.R.L., Casa Editora".
Pouco depois da morte de Fernando Pessoa, foi Luís de Montalvor quem convenceu a família do então quase desconhecido poeta (até aí só haviam sido publicados poemas avulsos em revistas de pequena circulação e a Mensagem em livro) do valor imenso da sua obra, praticamente inédita. Os herdeiros de Pessoa confiaram então a Montalvor e a João Gaspar Simões a tarefa de inventariar o espólio literário que o escritor deixara guardado numa arca, fechada no seu quarto do apartamento da Rua Coelho da Rocha.
Faleceu a 2 de março de 1947, afogado no rio Tejo, num acidente de viação que vitimou, igualmente, a sua mulher e o filho único de ambos. Acidente? Suicídio? «Façamos com a dor, sem um queixume, / as guirlandas formosas desta vida!»
Luís de Montalvor deixou-nos uma obra escassa mas marcada por uma qualidade que o enobrece, e que o coloca em lugar próximo dos melhores do Orpheu.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "ÉPOCA DE CAÇA"

Em parceria com a Films4You, oferecemos convites duplos para a antestreia da hilariante comédia francesa, "ÉPOCA DE CAÇA", sobre um casal que se muda para o campo e descobre que os vizinhos usam o jardim como campo de caça, desencadeando uma guerra entre vizinhos!

Passatempo

Ganhe convites para a peça "23 SEGUNDOS"

Em parceria com o CENDREV - Centro Dramático de Évora, oferecemos convites duplos para a peça "23 Segundos", pela Comuna Teatro de Pesquisa. Tratando-se embora de ficção, a ação inspira-se numa situação verídica ocorrida na Cadeia do Forte de Peniche, na primeira metade dos anos 50, durante a ditadura do Estado Novo. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Visitas
93,061,850