"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Morte de Gustave Doré

A 23 de janeiro de 1883, morre o pintor e ilustrador francês Gustave Doré.

Fotografia de Gustave Doré tirada por Felix Nadar, 1867
(Estrasburgo, 6 de janeiro de 1832 — Paris, 23 de janeiro de 1883)

Doré foi um dos mais populares e bem-sucedidos ilustradores em sua época. Aos onze anos, publicou as primeiras litografias. Alcançou êxito como caricaturista, colaborando em jornais. Ilustrou mais de 200 livros, de que se destacam os desenhos efetuados para o Inferno (da Divina Comédia) de Dante (1861), o Dom Quixote de Cervantes (1863), o Paraíso Perdido de Milton (1866) e as Fábulas de La Fontaine (1866). Paralelamente dedicou-se à pintura e, também um pouco, à escultura.

Ilustrações do pintor para contos:


Ilustrações da obra “D. Quixote” de Cervantes:


Ilustrações da obra “Divina Comédia” de Dante: 



Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
54,575,930
>