"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Morte de Adelaide Cabete

A 14 de setembro de 1935, faleceu a médica, republicana e sufragista Adelaide Cabete.

(Alcáçova, Elvas, 25 de janeiro de 1867 - Lisboa, 14 de setembro de 1935)

Adelaide de Jesus Damas Brazão Cabete é uma das figuras importantes da história portuguesa do início do século XX. Foi médica e professora, uma das pioneiras na Universidade, na Maçonaria e no Feminismo. A experiência de docente, as teorias pedagógicas, com exemplos práticos que apresentou em Congressos, e as suas reivindicações de carácter feminista permitem considerá-la uma professora feminista.

Agenda
Exposições

"Gyres"

Galeria Zé dos Bois 16 Set a15 Nov

Ver mais eventos
Visitas
61,328,060
>