"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Regicídio de 1908

A 1 de fevereiro de 1908, o Rei D. Carlos e o Príncipe D. Luís Filipe foram assassinados na Praça do Comércio em Lisboa.

(Lisboa, 1 de fevereiro de 1908)

Em 1906, houve eleições e ganhou o partido chefiado por João Franco. Este convenceu o rei a dissolver o Parlamento e a governar em ditadura. Este facto contribuiu, ainda mais, para o descontentamento dos revolucionários republicanos. O Regicídio de 1 de fevereiro de 1908, ocorrido em Lisboa na Praça do Comércio, que na época era mais conhecida por Terreiro do Paço, o assassinato do rei, marcou profundamente a História de Portugal, uma vez que dele resultou a morte do rei D. Carlos e do seu filho e herdeiro, o Príncipe Real D. Luís Filipe de Bragança, marcando o fim da última tentativa séria de reforma da Monarquia Constitucional e gerando uma nova escalada de violência na vida pública do país. Após o regicídio, subiu ao trono D. Manuel II, filho mais novo de D. Carlos, com apenas 18 anos de idade. Com falta de preparação para governar, teve muitas di?culdades em repor a ordem no país e em conter a fúria republicana contra a monarquia. Estavam reunidas as condições para uma revolução e consequente substituição da monarquia pela república.
  


A notícia do atentado na imprensa portuguesa (“Ilustração Portuguesa”) e estrangeira /(“Le Petit Journal”, Paris):
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
54,576,351
>