"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Morte de Nicolau Tolentino de Almeida

O poeta satírico Nicolau Tolentino de Almeida faleceu a 23 de junho de 1811.

Lisboa, 10 de setembro de 1740 – Lisboa, 23 de junho de 1811

Nicolau Tolentino foi um poeta, sobretudo do género satírico. Representante do período setecentista, dedicou-se à sátira com o propósito de castigar os costumes. Combina a graça ligeira, a malícia ou o realismo crítico com a descrição hiperbólica, ou a ironia: mas ter espírito é, quase sempre, fazer valer a materialidade da vida, necessidades físicas, “bagatelas e aflições do bicho humano”, como sintetizará V. Nemésio.
Esta aparente ausência de moralidade confunde-se com a provocação, até moral, que acaba por ser a sua poesia.
Alguns apreciam-lhe as sugestões quinhentistas, sobretudo Sá de Miranda. Outros dizem-no iluminista.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
51,059,029
>