"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Efemérides

Morte de Vianna da Motta

No dia 1 de junho de 1948 faleceu o pianista e compositor Viana da Mota

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 22 de abril de 1868 - Lisboa, 1 de junho de 1948

José Viana da Mota (ou Vianna da Motta, conforme a ortografia vigente na sua época) foi um dos grandes vultos da cultura portuguesa e da história da música em Portugal.

A sua ação desenrolou-se em diversas frentes, sendo as mais notáveis as de pianista, pedagogo, compositor e programador cultural.

Natural de São Tomé e Príncipe, revelou talento precoce para a música e foi por iniciativa do pai que com apenas seis anos se deslocou à metrópole para uma audição perante os reis. Sob os auspícios da corte, concluiu os estudos no Conservatório Nacional, em Lisboa, aos 14 anos, e prosseguiu-os em Berlim. Na Alemanha viria a tornar-se um importante membro da Sociedade Wagneriana, frequentando o Festival de Bayreuth, e seria um dos últimos pianistas a receber aconselhamento artístico de Franz Liszt. Frequentou, também, cursos de interpretação com Hans von Bülow.

A sua carreira pianística teve dimensão internacional. Se a solo foi um dos poucos pianistas do seu tempo a tocar a integral das Sonatas de Beethoven, em música de câmara fez digressões com artistas como Pablo de Sarasate.

Senhor de um vasto repertório, estendeu a sua influência a várias gerações de pianistas. Foi professor de piano em Berlim, Genebra e no Conservatório Nacional de Lisboa, onde veio a assumir a direção. Aí teve como alunos Elisa de Sousa Pedroso (fundadora do Círculo de Cultura Musical), Campos Coelho (que veio a ser o professor de Maria João Pires), o compositor Luiz Costa e a sua filha Helena Sá e Costa (Diretores do Orpheon Portuense e também eles pianistas e pedagogos notáveis), Maria Cristina Pimentel, Maria Antoinette de Freitas Branco, Nella Maissa, o compositor Fernando Lopes-Graça e o pianista Sequeira Costa, considerado o seu último discípulo.

Vianna da Motta fundou a Sociedade de Concertos de Lisboa em 1917 e foi, ainda, diretor musical da Orquestra Sinfónica de Lisboa entre 1918 e 1920.

No domínio da composição, atividade que exerceu ao longo de pouco mais de duas décadas, a partir de 1881, Vianna da Motta mostrou preocupação em afirmar um certo sentido de portugalidade na sua música.






 

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para concerto da banda NEON

Em parceria com a Music For All, oferecemos convites duplos para o concerto da banda NEON a ter lugar no Centro Cultural de Carnide no próximo dia 6 de março, às 21h00. Participa e... boa sorte!

Visitas
47,920,698
>